Category Archives: Formação

08maio/12

Jesus é o Caminho que nos leva à casa do Pai

 {jcomments off}

Infelizmente, hoje vivemos numa sociedade perdida, sem direção e sem valores. Muitas crianças e jovens estão como que mortos, atolados numa vida de drogas, abandono e abuso. Políticos e governantes não controlam a ambição desenfreada e praticam verdadeiras atrocidades em nome do poder e do ter. Famílias inteiras são deterioradas em nome da liberdade, prazer, individualidade. Inúmeras pessoas morrem de solidão, depressão e assassinadas. Outras tantas só sobrevivem à base de remédios, pois vivem apavoradas, aprisionadas pela síndrome do pânico.

No entanto, o que nos conforta diante de todo o caos é que ainda podemos ter esperança! Mas como? Abrindo bem os ouvidos e escutando o que diz Jesus no Evangelho de São João 14, 1-6: ‘Vou preparar-vos um lugar’.

Um lugar que será preparado pelo Deus da vida, da plenitude, do bem, da graça, do amor, da paz. Um lugar que não é comparado nem a toda beleza existente na natureza, nem à música mais agradável aos nossos ouvidos, nem ao sentimento mais profundo do nosso ser, porque conforme diz a Palavra: “O que Deus preparou para os que o amam é algo que os olhos jamais viram, nem ouvidos ouviram, nem coração algum jamais pressentiu. A nós, Deus revelou esse mistério por meio do Espírito. Pois o Espírito sonda tudo, mesmo as profundezas de Deus” (I Cor 2,9-10).

E quando o mundo gritar ao nosso coração que estamos oprimidos, perdidos, digamos como Tomé: ‘Senhor não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho’(João 14, 5) para chegarmos neste lugar?

Certamente o Senhor nos responderá: ‘EU SOU O CAMINHO’. Não só o Caminho, mas também a Verdade e a Vida (Jo 14,6). Ou seja, Ele é a resposta à toda mentira e morte que o mundo nos impõe.

Certa vez em oração, o Senhor mostrou-me por meio de um dom de ciência as seguintes imagens: dinossauro, casas de adobo, fusca, bobs na cabeça.  Sem entender do que se tratava, questionei o que Ele queria dizer com estas imagens. E a resposta foi: “Se não vos revestires do Espírito Santo, continuareis no antigo e não vivereis o novo!”

Dando continuidade ao seu ensinamento, mostrou-me uma mulher fazendo patinação artística no gelo. E completou: “No Espírito tereis leveza, equilíbrio.”  Então indaguei: Como nos revestiremos?

A imagem foi de uma pessoa ajoelhada, contemplando o Senhor. Juntamente com a imagem ouvi o convite: “Vinde a Mim, somente Eu poderei dá-Lo!”. Resposta que vem ao encontro do que Ele deixou em sua Palavra: “Se permanecerdes em mim, e minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será dado“. (João, 15,7).

Senhor, coloco-me diante de Vós que sois o Caminho. Não quero perder-me neste mundo tão tenebroso. Ao contrário, desejo ser uma convosco, pois a vossa graça me basta e em Vós tenho a certeza de que mesmo que seja inevitável “a poda” nesta vida, terei a leveza, a paz, a serenidade e o equilíbrio que o mundo não tem. Deus de bondade conceda-me a graça de permanecer em Vós, que sois o único batizador. Batiza-me com Vosso Espírito e assim terei a possibilidade de concretizar em meu viver o que são Francisco reza:

Senhor: Fazei de mim um instrumento de vossa Paz.
Onde houver Ódio, que eu leve o Amor,
Onde houver Ofensa, que eu leve o Perdão.
Onde houver Discórdia, que eu leve a União.
Onde houver Dúvida, que eu leve a .
Onde houver Erro, que eu leve a Verdade.
Onde houver Desespero, que eu leve a Esperança.
Onde houver Tristeza, que eu leve a Alegria.
Onde houver Trevas, que eu leve a Luz!
Ó Mestre,
fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando, que se recebe.
Perdoando, que se é perdoado e
é morrendo, que se vive para a vida eterna!

E se for capaz pela vossa graça de viver o que esta oração diz, poderei proclamar: Permaneço em Deus, e suas palavras permanecem em mim. Que assim seja meu Deus e meu tudo!

07mar/12

Este é o tempo favorável! Adriane Maria

Saber viver e inserir-se no tempo presente é um grande desafio. Somos convidados a viver o hoje, como dia de salvação, como momento favorável! Momento favorável para um verdadeiro encontro com Deus, com o próximo e consigo mesmo.
O chamado principal deste tempo de Quaresma é voltar-se para Deus, ser alcançado pela sua Divina Misericórdia e incorporar a essa conversão de forma concreta, em nossas realidades, no nosso dia a dia, no local de trabalho, na família, nos relacionamentos. Precisamos adentrar a realidade, na experiência do calvário, que muitas vezes se configura de modo assustador. “Deus nos dá experiências de Tabor para nos preparar para os calvários que virão em nossa vida. Por isso temos que ter atitudes de cristãos, que vá ao encontro do outro, que se abre às necessidades, que cultiva um olhar de solidariedade, misericórdia e compaixão. Devemos ser capazes de transfigurar a misericórdia Divina que saboreamos para o próximo.
O Santo Padre Emérito – o Papa Bento XVI, na reflexão para quaresma 2012, nos adverte a toda espécie de ‘anestesia espiritual’, que nos torna cegos às necessidades do próximo, voltando-se inteiramente para satisfação pessoal. Temos a tendência de abstrairmos da realidade que nos envolve, quando focamos nos nossos próprios problemas. Talvez a dor, o sofrimento e as dificuldades de cada momento nos proporcionem essa abstração. No entanto, a Palavra de Deus nos indica o caminho de salvação: “Bem aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia (Mateus 5,7).” Somente pela misericórdia é que alcançaremos a verdadeira misericórdia, quando somos capazes de sairmos de nós mesmos para promover o bem do irmão.
Deste modo, a experiência de comunhão com o próximo é que nos promove a um autêntico encontro consigo mesmo, com nossos valores, caráter e essência de filhos de Deus. Viver em comunhão, significar que ‘ o outro me pertence’: sua vida, sua salvação têm relação com a minha vida e minha salvação. O tempo favorável para nossa conversão, crescimento espiritual e maturidade humana se resume nesse encontro com o outro e na abertura de coração.
Adriane Maria
Comunidade MEL de Deus