Você é cristão? Então está proibido de desanimar e reclamar!

O cristão não se deixa levar pelo desânimo ou pela queixa”, disse o Papa Francisco nesta quarta-feira, 4 de outubro de 2017 na Praça São Pedro, diante de mais de 15 mil pessoas, que participaram da audiência geral.

Francisco afirmou que o cristão não é reclamão, não vive aborrecido ou triste, “já que, graças à ressurreição, está convencido de que não há nenhum mal que seja infinito”.

O Pontífice, que tem na porta do seu quarto, na Casa Santa Marta, um cartaz escrito “Proibido queixar-se”, lembrou que o cristão sabe, por causa da ressurreição de Jesus, que “nenhuma noite” é eterna.

Além disso, o cristão deve estar convencido de que não existe “nenhum homem que não possa mudar e nenhum ódio que não possa ser vencido pelo amor”.

Francisco ainda deu o exemplo dos cristãos perseguidos no Oriente Médio, que oferecem a própria vida para dar testemunhos: “eles são verdadeiros cristãos… Eles olham além, têm o céu no coração”.

“Jesus não quer discípulos que sigam fórmulas, mas que deem testemunhos”, alertou o Papa.

O Bispo de Roma continuou a série de catequeses sobre a esperança cristã. Na ocasião, focou no tema: “Missionários da esperança”. “Outubro é um mês que a Igreja dedica especialmente às missões, por isso esta catequese”, explicou.

Na festa do pobre de Assis, São Francisco, a quem o Papa se referiu como “profeta da esperança”, o Santo Padre disse que “o núcleo da fé cristã é a ressurreição de Jesus, por isso o cristão não pode ser um profeta de desgraças”.

O Papa ainda nos convidou a sermos homens e mulheres de testemunhos, “que propagam esperança com nosso modo de acolher, de sorrir e, sobretudo, de amar”. E acrescentou: “os cristãos são capazes de amar quando não há motivo e de abrir espaços de salvação onde parece que tudo está humanamente perdido”.

Ele também destacou que quem tem fé tem “algo a mais”: “a fé, a nossa esperança, não é somente um otimismo. É outra coisa, é algo a mais! É como se os fiéis fossem pessoas com um pedaço de céu a mais sobre suas cabeças.”

Por tudo isso, Francisco disse que os cristãos são missionários de esperança, e finalizou: “Peçamos a Jesus, por intercessão da Virgem Maria e de São Francisco de Assis, que saibamos propagar sempre ao nosso redor as sementes da esperança e do amor. Que o Senhor os abençoe. Muito obrigado”.

Fonte: Aleteia

Deixe uma resposta